Atenção ! Não pense em virtualizar Linux e FreeBSD no Hyper-v sem antes ler este artigo

Vintage railway tunnel

Introdução

Calma , calma , calma não precisa ficar alarmado com o titulo desse  post , pois meu objetivo não é amedrontar ninguém , mas sim apenas dizer que, o que tenho para dividir  será de suma importância para quem quer virtualizar Linux e ou FreeBSD no Hyper-v, o que acho que deve ser o seu caso.

Nesse post quero dividir com você aspectos técnicos importantes para quem quer virtualizar sistemas operacionais não Windows no hyper-v e que norteará na escolha da distribuição , versão e features que influenciará no sucesso de seu projeto.

Leia também

20 razões porque eu uso SAMBA 4 em vez de um Windows Server Pirata 

 

Integration Service ( serviço de Integração)

Quando trabalhamos com máquinas virtuais no hyper-v em Windows 2012 e Windows 8 precisamos instalar  os Serviços de integração do Hyper-V, que são um conjunto empacotado de software que, quando instalado na máquina virtual melhora a integração entre o servidor host e a máquina virtual. Os serviços de integração vêm pré-instalados em alguns sistemas operacionais Windows convidados suportados e em alguns os sistemas, devem ser instalados  pois não vem built-in ( embutidos) veja a tabela abaixo :

Windows Servers

Sistema operacional convidado (servidor) O número máximo de processadores virtuais Serviços de Integração Notas
Windows Server 2012 R2 64 Built-in
Windows Server 2012 64 Built-in
Windows Server 2008 R2 64 Atualize os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual. Datacenter, Enterprise, Standard e edições da Web.
Windows Server 2008 R2 com Service Pack 1 (SP 1) 64 Instale os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual. Datacenter, Enterprise, Standard e edições da Web.
Windows Server 2008 com Service Pack 2 (SP 2) 4 Instale os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual. Datacenter, Enterprise, Standard e edições da Web (32-bit e 64-bit).
Windows Home Server 2011 4 Instale os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual.
Windows Small Business Server 2011 Essentials edição – 2Edição Standard – 4 Instale os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual. Essentials e edições Standard.
Windows Server 2003 R2 com Service Pack 2 (SP2) 2 Instale os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual. Padrão, Web, Enterprise e Datacenter edições (32-bit e 64-bit).
Windows Server 2003 com Service Pack 2 2 Instale os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual. Padrão, Web, Enterprise e Datacenter edições (32-bit e 64-bit).

 

Windows Clientes ( Desktops)

Sistema operacional convidado (cliente) O número máximo de processadores virtuais Serviços de Integração Notas
O Windows 8.1 32 Built-in
Windows 8 32 Built-in
Windows 7 com Service Pack 1 (SP 1) 4 Atualize os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual. Ultimate, Enterprise, e Professional (32 bits e 64 bits).
Windows 7 4 Atualize os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual. Ultimate, Enterprise, e Professional (32 bits e 64 bits).
Windows Vista com Service Pack 2 (SP2) 2 Instale os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual. Business, Enterprise e Ultimate, incluindo N e KN edições.
Windows XP com Service Pack 3 (SP3) 2 Instale os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual. Professional.
Windows XP x64 Edition com Service Pack 2 (SP 2) 2 Instale os serviços de integração depois de configurar o sistema operacional na máquina virtual. Professional.

 

LIS e BIS

O Hyper-v Suporta tanto dispositivos emulados como dispositivos específicos do Hyper-v , os dispositivos emulados não carecem de instalação de softwares adicionais , mas não oferecem alto desempenho para aproveitar a infraestrutura de gerenciamento de maquinas virtuais que o hyper-v oferece ,então o melhor é usar dispositivos específicos do Hyper-v.

O coleção de drivers que são necessários para executar dispositivos específicos do Hyper-v  para o Linux é chamado Linux Integration Services (LIS) para o FreeBSD temos o (BIS) FreeBSD Integration Services.

Que benefícios eu terei com a instalação do BIS ou do LIS ?

Agora sim chegamos ao objetivo real desse post , mostrar para você o que features estarão disponíveis quando você instalar ou quando já vier  embutido  o BIS e ou LIS no seu sistema convidado Linux e FreeBSD.

Então vamos lá , abaixo vai uma lista de features que você terá com o BIS e ou o LIS.

Benefícios Gerais.

Característica Descrição
Desligamento Integrado Com esse recurso, um administrador pode desligar máquinas virtuais a partir do Gerenciador de Hyper-V.
Sincronização de tempo Esta característica assegura que o tempo mantido dentro de uma máquina virtual é mantido sincronizado com o tempo mantido no hospedeiro.
Suporte de multiprocessamento Com esse recurso, uma máquina virtual pode usar vários processadores no host configurando múltiplas CPUs virtuais.
Heartbeat Com esse recurso, o host para pode acompanhar o estado da máquina virtual.
O suporte integrado do mouse Com esse recurso, você pode usar um mouse na área de trabalho de uma máquina virtual e também usar o mouse sem problemas entre a área de trabalho do Windows Server eo console Hyper-V para a máquina virtual.
Dispositivo Hyper-V específico  de armazenamento Este recurso permite o acesso de alto desempenho para dispositivos de armazenamento que estão conectados a uma máquina virtual.
Dispositivo Hyper-v específico de rede   Este recurso permite o acesso de alta performance para adaptadores de rede que estão ligados a uma máquina virtual.

 

Benefícios de Rede.

Característica Descrição
Jumbo frames Com esta funcionalidade, o administrador pode aumentar o tamanho de pacotes de rede para além de 1500 bytes, o que leva a um aumento significativo no desempenho da rede.
VLAN tagging e trunking Com esse recurso, você pode configurar tráfego virtual LAN (VLAN)  para máquinas virtuais.
Live Migration Com esse recurso, você pode migrar uma máquina virtual a partir de um hospedeiro para outro host.
Static IP Injection Com esse recurso, você pode replicar o endereço IP estático de uma máquina virtual depois de ter havido falha para a sua réplica em um host diferente. Essa replicação IP garante que a rede continue a funcionando perfeitamente depois de um evento de failover.
vRSS (Virtual Receive Side Scaling) Distribui a carga de um adaptador de rede virtual através de múltiplos processadores virtuais em uma máquina virtual.
Segmentação e TCP checksum offloads Transferências ,segmentação e trabalho de verificação da CPU convidado para o switch virtual do host ou o adaptador de rede durante a transferência de dados de rede.

Benefícios de Armazenamento

 

Característica Descrição
redimensionamento de VHDX  Com esse recurso, um administrador pode redimensionar um arquivo .vhdx de tamanho fixo que está ligado a uma máquina virtual.
Virtual Fibre Channel Com esse recurso, as máquinas virtuais podem reconhecer um dispositivo de Fibre Channel e montá-lo nativamente.
Backup da máquina virtual ao vivo Esse recurso facilita a cópia de segurança ao vivo com zero tempo de parada de máquinas virtuais .Note-se que a operação de backup não terá êxito se a máquina virtual tem discos rígidos virtuais (VHDs) que estão hospedados no armazenamento remoto, como um Block (SMB) ação Server Message ou um volume iSCSI. Além disso, certifique-se de que o destino de backup não residir no mesmo volume como o volume que você faça backup.
Apoio TRIM TRIM notifica a unidade que determinados sectores que foram anteriormente atribuídos não são mais necessários pelo aplicativo e pode ser purgado. Este processo é normalmente utilizado quando um aplicativo faz grandes alocações de espaço através de um arquivo , por exemplo, arquivos de disco rígido virtual.

 

 

Benefícios de Memória

 

Característica Descrição
MMIO gap Fornece controle refinado sobre RAM disponível .
Memória Dinâmica – Hot Add Com esse recurso, você pode aumentar dinamicamente a quantidade de memória que está disponível para uma máquina virtual ao vivo. Para provisionar uma máquina virtual com memória dinâmica, o administrador deve especificar três parâmetros:Startup memória, a memória mínima e máxima de memória.Quando a máquina virtual é iniciado pela primeira vez, a memória disponível é igual à memória de inicialização. À medida que os requisitos de memória dentro do aumento máquina virtual devido a cargas de trabalho de aplicativos, o Hyper-V fornece mais memória dinamicamente, através do seu mecanismo de hot-add.A quantidade máxima de memória que pode ser disponibilizada para a máquina virtual é limitado pelo valor da Memória máxima
Dynamic Memory – Ballooning Este recurso dinamicamente dispõe ou retira a quantidade de memória que é atribuída a uma máquina virtual ao vivo.Se uma máquina virtual é configurado com memória dinâmica, o Hyper-V monitora continuamente os requisitos de memória dentro da máquina virtual.Se a quantidade necessária de memória cai abaixo a quantidade de memória que é atribuída,, o Hyper-V pode automaticamente retirar memória da máquina virtual. Da mesma forma, se os requisitos de memória, aumenta o Hyper-V dinamicamente disposições mais memória para a máquina virtual.Observe que, se a quantidade de memória alocada cai para a  Memória mínima que é especificada para a máquina virtual, o Hyper-V para de retirar.Observe também que esse recurso é diferente de Hot Add. Adicione quente aumenta a quantidade de memória disponível (ou visível) para uma máquina virtual. Balonismo ajusta a quantidade real de memória alocada para uma máquina virtual. A memória alocada pode assumir qualquer valor entre a memória mínima especificada ea memória total disponível.

 

Benefícios de Video

Característica Descrição
Dispositivo de vídeo específico Hyper-V- Este recurso fornece gráficos de alto desempenho e resolução superior para máquinas virtuais.

 

Benefícios Variados

Característica Descrição
KVP (par Key-Value) de câmbio Este recurso fornece a / par valor (KVP) serviço de troca de chaves para máquinas virtuais. Normalmente administradores de utilizar o mecanismo de KVP para executar ler e escrever operações de dados personalizados em uma máquina virtual. 
Não Maskable Interrupção Com esse recurso, um administrador pode emitir Non-Maskable interrupções (NMI) para uma máquina virtual. NMIs são úteis na obtenção de despejos de memória de sistemas operacionais que se tornaram sem resposta devido a erros de aplicação. Estes despejos de memória pode ser diagnosticada depois de reiniciar.
Suporte PAE Kernel Extensão tecnologia de endereço físico (PAE) permite que um kernel de 32 bits para acessar um espaço de endereço físico que é maior do que as distribuições Linux, como 4GB.Older RHEL 5.x usado para enviar um kernel PAE separado que foi ativado. Distribuições mais recentes, como RHEL 6.x tem suporte PAE pré-construídos.
Cópia do arquivo do anfitrião ao hóspede Esse recurso permite que arquivos sejam copiados do computador físico host para as máquinas virtuais convidadas sem usar o adaptador de rede.

 

Além dos benefícios acima no Windows 2012 R2 podemos trabalhar com duas gerações de maquinas virtuais a geração 1 e a geração 2 , com isso ganhamos mais alguns benefícios quando trabalhamos com a geração 2  :

 

Característica Descrição
Inicialização usando UEFI Este recurso permite que máquinas virtuais para inicializar usando Unified Extensible Firmware Interface (UEFI).
Modo de segurança Este recurso permite que máquinas virtuais use o modo de inicialização segura baseado em UEFI. Quando uma máquina virtual é iniciado no modo de segurança, vários componentes do sistema operacional são verificados usando assinaturas presentes no armazenamento de dados UEFI.

 

Dúvidas

Bem , agora que falamos de todos os benefícios, surgem algumas dúvidas :

Todos os Linux e FreeBSD já contam com o LIS e ou BIS embutido em todos as versões e distribuições  ?

 Todos esses benefícios poderão ser usufruídos em qualquer versão Linux e ou FreBSD ?

Para responder estas perguntas veremos os links  baixo onde teremos a seguintes informações :

  • Distribuições  Linux ou versões FreeBSD que exigem o download e a instalação do LIS ou BIS.
  • Distribuições Linux ou versões FreeBSD que contêm LIS ou BIS embutidos
  • Mapas característica de distribuição que indicam as características em distribuições Linux ou FreeBSD.
  • Problemas conhecidos e soluções alternativas para cada distribuição .
  • Descrição do recurso para cada recurso LIS ou BIS.

 

Aplica-se a: Hyper-V Server 2012, Hyper-V Server 2012 R2, Microsoft Hyper-V Server Technical Preview, Windows 10 Technical Preview, Windows 8, Windows 8.1, Windows Server 2008 R2, Windows Server 2012, Windows Server 2012 R2, Windows Server Technical Preview

 

 

Conclusão

O projeto de virtualização terá sucesso se ajustamos todos os fatores técnicos para chegarmos a esse objetivo . Não basta apenas criar maquinas virtuais sem critérios técnicos , é importante saber quando e como podemos usufruir de todos os benefícios  dessa empreitada .

Agora eu te pergunto são ou não são informações importantíssimas que você devia saber antes de implementar seu projeto de virtualização com Linux ? Deixe seu comentário e não esqueça de compartilhar esse artigo nas suas redes sociais .

Até a próxima .

Alexander Silva

Alexander Silva é Diretor e fundador da AS tem vasta experiência em treinamento e capacitação de profissionais de TI, experiência essa adquirida com mais de 10 anos atuando no mercado. Alexander Silva é Linux: LPIC-1 | LPIC-2 | CLA Novell - SUSE Linux Certified | CompTIA Linux + Microsoft: MCP | MCTS | MCSA | MCSE

You may also like...

  • Diego Brito

    Alexandre, quero fazer o curso porém quero emular no hyper-v e não no virtual-box alguem problema?

  • Alexander Silva

    Não tem problema , use o Debian 8 ou a versão mais nova do CENTOS , assim vc terá o LIS embutido no kernel .