Mudou tudo no CentOS/RHEL 7 – ifconfig, eth0 , eth1.. onde estão ?

onde-lupa

 

Considerações iniciais

 

Se você trabalha com Linux e é acostumado com sistemas Debian-Like deve ter estranhado o fato de que no Centos/RHEL 7 algumas coisas são diferentes no que diz respeito a configuração de redes.

 

“Problemas” que você irá encontrar:

 

  • Não encontrar os tradicionais comandos ifconfig, netstat, route, mii-tool, arp, iptunnel pois eles fazem parte do pacote net-tools que não está presente de forma padrão na instalação .
  • As placas tiveram as suas nomenclaturas mudadas, ao invés de nomes como eth0, eth1 e etc temos nomes como enp0s3, enp0s8.

 

Então como resolver estes pseudos problemas?

 

Primeiro vamos nos acostumar com o ambiente para que possamos resolver esses nosso “problemas”, vamos começar verificarmos como o seu CentOS/RHEL 7  renomeou as suas placas de rede, para isso iremos um dos comando abaixo :

nmcli d

nmcli

Também podemos usar o comando cat /proc/net/dev

cat

Em ambos os comandos você pode observar que as placas de redes têm os nomes enp0s3 e enp0s8.

Resolvendo o “problema”

 

Agora que identificamos as placas de rede vamos verificar se temos internet com o comando ping vamos “pingar” o ip 8.8.8.8 válido.

Se o ping não responder temos que configurar a placa de rede para ter acesso a Internet, e como não temos o ifconfig  AINDA ,vamos usar o comando ip para isso .

ip address add 10.0.0.50/24 dev enp0s3

ip route add  default via 10.0.0.1

echo “nameserver 8.8.8.8” >/etc/resolv.conf

  • O primeiro comando configura ip e máscara na interface enp0s3
  • O Segundo ip configura o gateway
  • O terceiro configura o servidor DNS

 

Caso a sua rede tem um servidor DHCP configure os parâmetros acima como o comando :

 

dhclient -v enp0s3

 

Como as configurações que fizemos com o comando ip vão se perder quando reiniciarmos a máquina , então vamos configurar para que fique de forma persistente para isso você pode usar o comando nmtui que lhe dará acesso a uma interface GUI para configurar as placas de rede . Não se preocupe que não tem mistério, é bem intuitivo.

 

nmtui

Se você não quiser configurar pelo nmtui você pode usar o método tradicional de editar os arquivos referentes à sua placa de rede no diretório /etc/sysconfig/network-scripts, se você já estiver acostumado a fazer assim com o CentOS

 

Bom agora que temos Internet vamos então instalar o pacote net-tools com o comando:

 

yum install net-tools

 

Pronto ! Agora sim você terá acesso a todos os comandos que faltavam.

Até a próxima e não se esqueça de compartilhar nas redes sócias se isso foi útil para você.

Você tem uma solução diferente, ou melhor, compartilhe comigo nos comentários.

Alexander Silva

Alexander Silva é Diretor e fundador da AS tem vasta experiência em treinamento e capacitação de profissionais de TI, experiência essa adquirida com mais de 10 anos atuando no mercado. Alexander Silva é Linux: LPIC-1 | LPIC-2 | CLA Novell - SUSE Linux Certified | CompTIA Linux + Microsoft: MCP | MCTS | MCSA | MCSE

You may also like...

  • Fabiano Vasconcelos

    Olá!
    Ouvi dizer que essa nova leva de sintaxe será padrão em todas as distros linux e que é bom ir logo se acostumando, é verdade?
    Abraço e obrigado pela dica!

  • Isso tem sido um problema pra quem usa sistema para diretiva de host server muitos scripts virtualização
    ainda usa entrada eth0 e não da start virtnetwork de jeito algum problema sério se alguém que ler isso estiver uma solução estou aberto a dicas precisando dessa ajuda urgente